Estão abertas as inscrições para a nova Oficina de Culinária Adaptada para Disfagia- a PRÁTICA ALÉM DO PASTOSO!!

Esta é a nova oficina, que complementa a Oficina que já realizo há anos e que enfoca a Dieta Pastosa. Nesta versão, também online, falarei sobre aspectos da orientação além do pastoso.

O curso será de 08 a 10 de setembro. Será ao vivo, e ficará gravado para você rever por 30 dias.

AVISO: Este curso é destinado exclusivamente a fonoaudiólogos e nutricionistas (e estudantes de ambas graduações).

Neste curso você aprenderá a orientar e/ou fazer a dieta adaptada para disfagia, com ênfase nas consistências Moído e Úmido (nível 5 IDDSI) e Macio e Picado (nível 6 IDDSI), além de discutir outros assuntos relevantes no gerenciamento da disfagia.

Por envolver questões de segurança e particularidades individuais para quem tem dificuldade de deglutir, torna-se necessário uma informação mais ampla de como orientar e/ou produzir uma dieta adaptada corretamente.

O conteúdo envolve:

  • A deglutição e disfagia nas consistências além do pastoso
  • Classificação das consistências além do pastoso
  • Aspectos que afetam a aceitação pelo paciente – o que considerar
  • Aspectos que interferem no preparo destas consistências
  • Como fazer na prática a culinária adaptada para disfagia além do pastoso
  • Alimentos de risco para disfagia
  • Discussão de casos
  • Como implementar a culinária adaptada no seu contexto de atuação.

O valor do curso é R$ 310,00 à vista (podendo parcelar em até 12x de R$ 31,00 no cartão)

Confira a programação no folder! Será entregue material de apoio, artigos utilizados para referência e e-book de receitas.

Certificado com carga horária total de 8hs.

Para fazer a sua inscrição clique aqui. Turma reduzida. Vagas limitadas!

ATENÇÃO: se você não fez a Oficina com ênfase na dieta pastosa, precisar fazer ela antes, pois este curso é um complemento. Há desconto para fazer os dois juntos aqui!

Mais informações em fonocozinhando@gmail.com ou 51 99996-5036

Estão abertas as inscrições para a 7ª Oficina de Culinária Adaptada para Disfagia ONLINE!!

O curso será nos dias 18, 19, 26 e 27 de agosto. Será ao vivo, e ficará gravado para você rever por 30 dias.

AVISO: Este curso é destinado exclusivamente a fonoaudiólogos e nutricionistas (e estudantes de ambas graduações).

Neste curso você aprenderá a orientar a dieta adaptada para disfagia, com ênfase na dieta pastosa, crucial para o tratamento e gerenciamento da deglutição nos pacientes com disfagia.

Por envolver questões de segurança e particularidades individuais para quem tem dificuldade de deglutir, torna-se necessário uma informação mais ampla de como orientar e/ou produzir uma dieta adaptada corretamente, além de demonstrar que a dieta pastosa pode sim ser saborosa, apetitosa e variada.

O conteúdo envolve: Deglutição x Disfagia x Fluxo das consistências, Aspectos que afetam a aceitação pelo paciente, Classificação das consistências, Ferramentas para auxiliar a gerenciar a alimentação/ deglutição do paciente; Aspectos sobre o uso de espessantes, Interdisciplinaridade com a Nutrição, Como fazer na prática a dieta adaptada.

O valor do curso é R$ 420,00 à vista (podendo parcelar em até 12x de R$ 42,00 no cartão)

Confira a programação no folder! Será entregue material de apoio, artigos utilizados para referência e e-book de receitas.

Certificado com carga horária total de 12hs.

Para fazer a sua inscrição clique aqui. Turma reduzida. Vagas limitadas!

Mais informações em fonocozinhando@gmail.com ou 51 99996-5036

Creme de Tomate Assado e Pimentão

Quer uma sugestão de uma entrada diferente e deliciosa!?

Postei esta receita no Instagram e YouTube e agora deixo ela aqui no Blog também!!

🍅 Testei esta receita e ela ficou uma delícia (e o cheirinho pela casa também 😍). O assado confere uma sabor especial para esta entrada.

Confere a receita (tem o vídeo no final):

Ingredientes:

. 5 tomates italianos maduros (pode ser outro tomate também)

. ½ pimentão vermelho

. 1 cebola

. 2 dentes de alho

. 1/2 a 1 xícara (chá) de água fervente

. azeite a gosto

. sal e pimenta-do-reino a gosto

Pré-aqueça o forno a 240 ºC (temperatura alta). Lave, seque e corte os tomates ao meio. Corte a cebola em duas metades no sentido do comprimento e cada metade em três gomos. Lave, seque e corte o pimentão ao meio, descarte as sementes e corte uma das metades em tiras de 1 cm – reserve a outra metade na geladeira para uma próxima receita. Descasque e corte os dentes de alho ao meio.

Unte com azeite uma assadeira grande. Disponha as metades de tomate com a casca para baixo e o lado da polpa para cima – assim solta menos água. Distribua o restante dos legumes na assadeira, regue com azeite e tempere com sal e pimenta a gosto. Leve ao forno para assar por cerca de 20 minutos, ou até que os legumes estejam macios e levemente tostados.

Transfira os legumes assados para o liquidificador e regue com 1/2 xícara da água fervente. Tampe e bata bem até a sopa ficar lisa e cremosa. Vá aumentando a água somente se achar necessário, conforme necessidade da consistência orientada para o paciente.

Prove e ajuste o sal. Passe por uma peneira fina para evitar que fique alguma casquinha ou sementinha. Se for necessário, adicione espessante para ajustar consistência.

Sirva como entrada em uma tigela ou em uma xícara😉

Espero que gostem!

Foto: Fonocozinhando

Receita: Adaptada do site Panelinha

Fga.Cris G.Rama #porumpastosomelhor

√ Lembre sempre de verificar com a nutricionista se o paciente pode consumir os ingredientes da receita e as condições para inseri-la em sua dieta!

Instagram: @fonocozinhando

🍵 Purê de Couve-Flor Pastoso

Esta é uma receita que postei no Instagram e no Canal do YouTube (vou deixar o vídeo aqui embaixo também!!) e trago para o Blog para quem me acompanha por aqui.

Testei esta receita da Rita Lobo e amei!! Ela é simples, mas o diferencial é o leite no cozimento que dá um toque delicioso!!

Ingredientes:

. 1 couve-flor

. 1xic e 1/2 (chá) de água

. 1xic e 1/2 (chá) de leite

. 1 folha de louro

. 1 colher (chá) de sal

Numa panela, coloque a couve-flor lavada e cortada (pode deixar o talo), a água, o leite e a folha de louro. Tempere com o sal e leve ao fogo médio. Quando ferver, deixe cozinhar por cerca de 15 minutos ou até a couve-flor ficar BEM macia.

Desligue o fogo e reserve o líquido do cozimento na panela, pois irá utilizar. Descarte a folha de louro, e transfira a couve-flor sem o líquido para o liquidificador. Bata até deixar o purê bem liso e cremoso – vá acrescentando, aos poucos, o líquido do cozimento reservado para chegar à consistência necessária.

Se preferir, use um mixer.

Prove, acerte o sal e sirva a seguir.

Esta é uma receita IDDSI nível 4 (Pastoso). Para um purê menos grosso (nível 3 IDDSI – Liquidificado) é só adicionar mais líquido do cozimento.

Fga Cristiane G Rama

#porumpastosomelhor

3 Princípios da Culinária Adaptada para Disfagia

O objetivo da adaptação da alimentação na terapia da disfagia precisa envolver e/ou melhorar a experiência alimentar dos pacientes.

Estes princípios são fundamentais para garantir isso:

⚠️ Segurança: Pessoas com disfagia precisam de alimentos com consistência específica para se alimentarem com segurança. Este aspecto também envolve a higiene das mãos, higiene oral, limpeza da cozinha e dos alimentos e armazenamento apropriado de alimentos.

🍵 Nutrição: A boa nutrição tem um papel importante na sobrevivência, recuperação e bem-estar dos pacientes disfágicos. A alimentação deve ser nutricionalmente balanceada e incluir uma ampla variedade de alimentos e líquidos, que devem ser orientadas por um(a) nutricionista.

❤️ Prazer: Comer uma refeição agradável é um direito de todos e proporcionar prazer através da comida e bebidas deve ser uma prioridade. Sabor, cheiro e apresentação são fatores fundamentais para alcançar uma experiência alimentar agradável.

O comprometimento com todos esses princípios, além de considerar os desejos e preferências individuais são fundamentais para garantir uma melhor qualidade de vida para os nossos pacientes disfágicos.

Fga. Cris G. Rama

#porummundomelhor